Imagem de Drive e Backup para Windows

R-Drive Image é um utilitário poderoso que fornece a criação de ficheiros de imagem de discos para propósitos de backup ou duplicação. Um ficheiro de imagem de disco contém uma cópia exacta byte-por-byte de um disco rígido, partição ou disco lógico, e pode ser criado com vários níveis de compressão on-the-fly, sem parar o Windows, e consequentemente sem interromper os seus assuntos. Estes ficheiros de imagem podem depois ser armazenados numa série de locais, incluindo dispositivos amovíveis como CD-R(W)/DVD, Iomega Zip ou discos Jazz, etc.

R-Drive Image restaura on-the-fly as imagens nos discos originais, noutras partições ou mesmo no espaço livre de um disco rígido. Para restaurar partições de sistema ou outras bloqueadas, o R-Drive Image liga no modo pseudo-gráfico directamente do Windows, ou a versão bootable criada pelo utilitário é lançada de um CD ou disquetes.

Ao utilizar o R-Drive Image, pode restaurar rápida e completamente o seu sistema após perdas graves de dados, causadas por falha do sistema operativo, ataque de vírus ou falha de hardware. Pode também utilizar o R-Drive Image para descarga massiva de sistema quando precisa de configurar muitos computadores idênticos. Por outras palavras, pode configurar manualmente apenas um sistema, criar uma imagem desse sistema e, de seguida, implantá-lo em todos os outros computadores, poupando tempo e custos. Se precisar de restaurar apenas determinados ficheiros de uma imagem de disco, pode ligar essa imagem como disco virtual e copiar esses ficheiros directamente da imagem do disco com o Windows Explorer ou qualquer outro utilitário de ficheiros.

R-Drive Image é uma das melhores soluções de backup e prevenção de desastres tais como perda de dados após uma falha de sistema fatal.

Está disponível uma versão trial de 30 dias completamente funcional para avaliação.

  • Um interface assistente simples - não são necessários conhecimentos profundos sobre gestão de computadores.
  • Acções on-the fly: Os ficheiros de imagem são criados on-the-fly, sem necessidade de parar e reiniciar o Windows. Todas as outras escritas em disco são armazenadas numa cache até a imagem estar criada. Os dados de ficheiros de imagem são restaurados também on-the-fly, excepto numa partição de sistema. Os dados da partição de sistema podem ser restaurados tanto ao reiniciar o R-Drive Image no seu modo pseudo-gráfico directamente do Windows, ou através de discos de arranque criados especialmente para o efeito.
  • Compressão de ficheiros de imagem. Os ficheiros de imagem podem ser comprimidos para poupar espaço de armazenamento.
  • Suporte de dispositivos amovíveis. Os ficheiros de imagem podem ser armazenados em dispositivos amovíveis.
  • Versão de arranque. Uma versão de arranque pode ser usada para criar imagem/restaurar/copiar partições trancadas pelo SO. O computador pode ser reiniciado na versão de arranque directamente através do Windows, através de um dispositivo USB externo, um CD/DVD ou 6 disquetes. A versão de arranque pode utilizar tanto um interface de utilizador gráfico como um modo pseudo-gráfico, caso a placa gráfica não seja suportada. Suporte para boot UEFI para computadores modernos.
  • Suporte USB 2.0 e 3.0 na versão de arranque. Com os preços dos discos rígidos a descerem constantemente, uma caixa externa DE-USB 2.0 ou 3.0 HDD com um disco rígido apropriado é uma solução ideal (rápida e fiável) para armazenar ficheiros de backup do sistema e de outras partições, que podem ser restauradas apenas na versão de arranque. Não volte a utilizar CDs duvidosos e gravadores de CD/DVD lentos. Lembre-se: com o backup incremental, o disco rígido não deve ser demasiado grande.
  • Suporte de rede na versão de arranque. A versão de arranque do R-Drive Image suporta criação de ficheiros de imagem de disco e restauro através da rede Microsoft (protocolo CIFS).
  • Lista Extendida de dispositivos suportados na versão de arranque. A lista de hardware suportado pelas versões de arranque do R-Drive Image foi extendida. VER A LISTA
  • Um ficheiro de imagem pode ser ligado como um disco virtual só de leitura. Este disco pode ser explorado e os seus ficheiros e pastas podem ser encontrados e copiados.
  • Restauro de ficheiros e pastas individuais. Podem restaurar-se ficheiros e pastas individuais em vez de um disco completo, tanto durante a acção de restauro como a partir de um ficheiro de imagem ligado a um disco virtual.
  • Divisão de ficheiros de imagem. As imagens de drive pode ser divididas em vários ficheiros para caber num dispositivo de armazenamento.
  • Protecção de imagem. Os ficheiros de imagem de disco podem ser protegidos por senha e conter comentários.
  • Criação de nova partição. Os dados de uma imagem de disco podem ser restaurados no espaço livre (não particionado) de qualquer local de um disco rígido. O tamanho da partição restaurada pode ser alterado.
  • Substituição de partição. Os dados de uma imagem de disco podem ser restaurados noutras partições existentes. R-Drive Image apaga essas partições e restaura os dados nesse espaço livre.
  • Cópia de Disco para Disco. Um disco pode ser copiado directamente para outro disco.
  • Verificação de ficheiros de imagem. Pode verificar se os seus ficheiros de imagem estão bons antes de os armazenar ou restaurar dados a partir deles.
  • Agendar. A hora de criação da imagem do disco pode ser agendada, e o processo pode correr no modo silencioso.
  • Criação de scripts para acções frequentes ou silenciosas. Estes scripts de criação de ficheiro de imagem e anexação de dados a um ficheiro de imagem existente são criados a partir do interface R-Drive Image, da mesma forma que a acção é realizada. Os scripts são executados a partir de uma linha de comando, e esse comando pode ser incluído em qualquer ficheiro de comando.
  • Relatório de Acção. Quando a imagem do disco é criada com sucesso ou a acção falha, o relatório pode ser enviado automaticamente por email, ou uma aplicação externa pode ser lançada.
  • Suporte para o sistema de ficheiros ReFS (Resilient File System), um novo sistema local de ficheiros que a Microsoft introduziu no seu Windows 2012 Server. Todas as acções de disco são suportadas, excepto o redimensionamento de partições.
  • Suporte total para GPT layout de partição. R-Drive Image pode criar discos GPT, redimensioná-los, e mudar o layout da sua partição enquanto copia/restaura operações.
  • Suporte para Windows Storage Spaces (Windows 8/8.1 e 10), volumes Linux Logical Volume Manager, e MacRAIDs.
  • Suporte para Windows Storage Spaces (Windows 8/8.1 e 10), volumes Linux Logical Volume Manager, e MacRAIDs.
  • Boot UEFI para a versão de arranque.
  • Suporte para ecrãs HiDPI (tipo retina) para a versão de arranque.
  • Suporte total para GPT layout de partição. R-Drive Image pode criar discos GPT, redimensioná-los, e mudar o layout da sua partição enquanto copia/restaura operações.
  • Suporte para avisos S.M.A.R.T.. Se um disco rígido está em risco de possível falha de hardware, o seu sistema S.M.A.R.T. (Tecnologia de automonitorização, análise e relatório) envia avisos especiais. R-Drive Image mostra estes avisos e inclui-os nos seus emails de confirmação.
  • Aumento considerável na velocidade de leitura de imagens comprimidas.
  • Suporte Windows 8 e Windows Server 2012. A nova versão R-Drive Image suporta todos os sistemas operativos Windows 8 e Windows Server 2012.
  • Um motor de processamento de discos mais robusto e veloz. R-Drive Image tornou-se mais estável e fiável.
  • É possível restaurar ficheiros separados a partir de imagens.
  • Suporte para vários idiomas em GUI e ajuda.
  • Uma versão de arranque com GUI.
  • Um novo formato de imagem com uma nova extensão de ficheiro, .rdr. Os formatos de imagem são também suportados.
  • Resolução da colisão de assinatura de disco para todas as cópias de disco para disco.
  • Suporte para o sistema de ficheiros ReFS (Resilient File System), um novo sistema local de ficheiros que a Microsoft introduziu no seu Windows 2012 Server. Todas as acções de disco são suportadas, excepto o redimensionamento de partições.
  • Setup boot loader com base BCD.
  • Suporte inteligente de criação de imagem de dados para mais sistemas de ficheiros. Para além de FAT e NTFS, o R-Drive Image pode agora fazer backup apenas da informação útil para sistemas de ficheiros exFAT, HFS/HFS+, variantes Little e Big Endian de UFS1/UFS2 e Ext2/Ext3/Ext4 FS (Linux) para reduzir o tamanho do ficheiro de imagem.
  • Processamento inteligente de sectores danificados. R-Drive Image pode agora gerir sectores danificados encontrados no disco.
  • Processamento inteligente de ficheiros de imagem corrompidos. R-Drive Image pode agora restaurar dados de uma parte válida de um ficheiro de imagem corrompido.
  • Sets de Backup. Um set de backup é um conjunto de ficheiros (normalmente um ficheiro para uma imagem completa de um objecto e um número dos seus backups incrementais/diferenciais) que o R-Drive Image trata como uma unidade. Os sets de backup são utilizados para controlar de forma flexível os parâmetros de tarefas de backup complexas, tais como alocação de tamanho total para os os ficheiros de imagem, número de ficheiros de imagem a manter, e quanto tempo os dados serão mantidos.
  • Suporte de Windows Vista e processadores 64 bit. A nova versão R-Drive Image suporta todos os sistemas operativos Windows Vista e processadores de 64 bit.
  • Aceleração das operações de criação de imagem e cópia de disco. I/O Assíncrono e distribuição da biblioteca de compressão zlib adicionados, entre diferentes processadores. Como resultado, os utilizadores podem ver aumentos de até 200% de velocidade nas operações de criação de imagem e cópia de disco.
  • Criação de imagem diferencial. Quando o backup incremental/diferencial está a ser criado, a imagem diferencial pode ser criada ao comparar os dados actuais com o hash de 128-bit dos dados originais sem ler a imagem principal. Isto acelera o processo de criação da imagem incremental/diferencial, mas também descarta a necessidade de alterar os discos originais ao escrever a imagem em CD/DVD.
  • Modo incremental de criação de imagem. Nas versões anteriores apenas estava disponível o modo diferencial.
  • Um módulo bootable pode ser gravado num CD/DVD juntamente com os dados da imagem. Assim é possível criar um CD/DVD para arrancar e restaurar o sistema.
  • Suporte Microsoft Volume Shadow Copy Service (VSS). De forma a criar um snapshot de um ponto no tempo de uma base de dados, os servidores como Microsoft Exchange, Microsoft SQL e Oracle são notificados antes do processo de backup iniciar. A tecnologia permite sincronizar a base de dados dos servidores e criar cópias correctas de dados de alteração rápida.
  • Suporte de Discos Dinâmicos e BSD slices. É possível fazer backup, restaurar e copiar Discos Dinâmicos e BSD slices. Esta característica é suportada tanto no Windows como nas versões bootable de R-Drive Image. Pode criar uma imagem de um disco, ou de um volume de qualquer tipo, e restaurar a imagem novamente para um disco dinâmico ou básico. Quando esta imagem é restaurada, não pode alterar o tamanho ou outras características do disco de destino. Quando restaura um disco dinâmico para um disco básico, o disco básico permanece básico e não é convertido para dinâmico.
  • Um controlo flexível de escrita em CD/DVD. Isso permite limitar a velocidade de escrita e de caching no ficheiro ISO.
  • Melhorado o formato de ficheiro da imagem criada pela aplicação.
  • Escrita para partições NTFS. Agora a versão bootable do R-Drive Image (baseado no Linux kernel) suporta a escrita em partições NTFS, bem como na versão R-Drive Image Windows.
© Copyright 2000-2016 R-Tools Technology Inc.